O LABRADOR

Filhotes com 7 meses. Canil Sambucan . Foto: Giselle RazzoukOrigem do Labrador
As teorias sobre a origem da raça são muitas, confundindo-se assim, a realidade com a ficção. Contudo, a raça Labrador Retriever sempre atraiu criadores conscienciosos e competentes, que mantiveram registros detalhados, o que se mostrou muito útil no aprimoramento da raça. 

Ainda que não sejam conhecidas suas autênticas raízes, é provável que seu antepassado mais direto seja o atual Terra Nova, também oriundo daquela região.

 

Aliado dos pescadores da Terra Nova, esses cães sempre os ajudavam na pesca e também no reboque de barcos. Lorde Malmesbury e o coronel Peter Hawker adquiriram vários cães dos pescadores e por volta de 1812, deu nome aos dois tipos de cães – o maior tornou-se conhecido como Terra Nova e o menor como Labrador ou cão de St. John. Em 1814 o coronel Hawker escreveu um livro intitulado Instruções para jovens esportistas , no qual descreve o Labrador como sendo “de longe o melhor cão para qualquer tipo de caça com armas de fogo”. Mas ele nunca havia caçado e sequer tinha visto uma espingarda até sua chegada à Grã Bretanha The Illustrated Dog´s Life - Warren Eckstein
Filhotes com 7 meses. Canil Sambucan . Foto: Giselle Razzouk

A reputação do Labrador não demorou para se difundir mundialmente. Arthur Holland-Hibbert destacou-se pela produção de cães saudáveis e perfeitos e a linhagem de seu canil recebeu o nome de Munden. Em 1904, um cão de nome Munden Single tornou-se o primeiro Labrador a concorrer em uma prova de campo. Nesse mesmo ano o Labrador foi reconhecido como raça pelo Kennel Club e os sete cães registrados pertenciam ao canil Munden.

O Labrador Retriever deve seu atual nome à península do Labrador, situada a nordeste do Canadá, onde a raça surgiu e tomou forma, garante outra teoria.

Trata-se de um animal de corpo robusto, cabeça grande, nariz largo, pescoço forte e temperamento singelo, fiel e dedicado, que desempenha bem qualquer tarefa.  Excelente nadador, sua aparência – desde as pernas, os pés, o pêlo e a cauda – reforça a todo instante essa característica.Na Europa, é apreciado como apanhador de caça, tanto em terra como na água. Sua docilidade faz dele um bom companheiro, de temperamento flexível e apto ao adestramento. Assim, foi se desenvolvendo em atividades como guia de cegos e farejador de drogas, armas e explosivos.
The Illustrated Dog´s Life - Warren Eckstein
The Illustrated Dog´s Life - Warren Eckstein
Auxiliando Paraplégico
Farejador de drogas
 

Conheça o padrão da raça Labrador